Lab Personal

Caçapava: (12) 3224-8910 | (12) 99160-6838
Taubaté: (12) 3624-1570 | (12) 99217-2191

sac@labpersonal.com.br

Código Exame Sinônimos
989, 1647, 1648 e 1649 BORDETELLA PERTUSSIS - IgA, IgG e IgM Coqueluche, Tosse comprida

Material
Soro.

Interpretação
Exame que pode ser útil no diagnóstico diferencial entre coqueluche e outras infecções respiratórias agudas, que cursam com traqueobronquites, bronqueolites, e laringites, entre elas algumas adenoviroses. A Bordetella pertussis é um pequeno cocobacilo, Gram-negativo e imóvel, sendo um dos agentes causadores da tosse convulsa. É um aeróbio estrito, não fermentador da lactose. Indicações: diagnóstico de infecção por Bordetella pertussis (coqueluche) Interpretação clínica: Em pacientes que estejam com sintomas há mais de três semanas, a sorologia é o teste de escolha para o diagnóstico de infecção por Bordetella pertussis (coqueluche) e ainda tem utilidade nos casos de duas a três semanas de sintomatologia, com quadro clínico e epidemiologia sugestivos, mas PCR negativa. - Com até três semanas de sintomatologia, a pesquisa do DNA por PCR em swab de nasofaringe é mais sensível e específica para essa investigação. Por sua vez, a cultura em meio seletivo, apesar de ter elevada especificidade, apresenta sensibilidade inferior à da PCR. Sugestão de leitura complementar: Murray PR. Manual of Clinical Microbiology, Eighth Edition. Washington, DC: ASM Press; 2003. York MK. Aerobic Bacteriology. In: Isenberg HD, editor. Clinical Microbiology Procedures Handbook, 2nd. Ed. Washington, DC: ASM Press; 2004. American Academy of Pediatrics. Pertussis. In Red Book: 2009 Report of the Comittee on Infectious Diseases,28th, Pickering LK (Ed), American Academy of Pediatrics, Elk Grove Village. 2009.

Método Parâmetro Valor de Referência
Elisa. BORDETELLA PERTUSSIS - IgA, IgG e IgM

Resultado: 10 dias.
Realização: Segunda a Sábado.

Instruções de Preparo
Jejum não necessário.